quinta-feira, 14 de maio de 2009

Minha Malandreca Preferida

Antes de engravidar, eu era aquele tipo de pessoa totalmente contra o uso da chupeta, ao longo da gravidez, após ler que muitos pediatras aprovavam o uso da chupeta como uma forma de "acalmar" o bebê, comecei a pensar no assunto com mais simpatia e até comprei uma para deixar guardada para um caso de "emergência". Depois que a Beatriz nasceu e queria ficar 25 horas do dia "mamando", resolvi testar a chupeta emergencial.

Para nossa "falta de sorte", ela não aprendeu a chupar a chupeta ortodôntica, só gosta daquelas horríveis e vagabundas (testamos todos os tipos, teve um dia que comprei 8 modelos diferentes). Quando ela era bebezita, bebezita, quando não estava mamando, estava de chupeta... dormia, a chupeta caía e ela continuava dormindo sem. E quando ela começou a comer papinhas, passar mais tempo brincando e talz. tentamos "ensinar" que a chupeta era só para dormir. E até que ela vinha entendendo bem e quase não pedia chupeta.

Esses dias ela estava começando a ficar gripada e estava amuadinha, só queria ficar no colo e estava um dengo só. Pediu a chupeta e eu dei, e na maior inocência comentei com o M.:

- Tadinha, né? Tá gripadinha, acho que não tem problema deixá-la ficar mais tempo com a chupeta.

Mal sabia eu que isso seria usado contra mim nos tribunais...

Ontem ela acordou, eu troquei a fralda, fiz a mamadeira, ela bebeu (isso tudo grudada com a chupeta). Assim que ela terminou a mamadeira, mais que depressa colocou a chupeta na boca. Falei com ela:

- Agora vamos pentear o cabelo e trocar de roupa, que daqui a pouco a vovó vai chegar. E vamos guardar a pepetinha feia.

Ela tirou a chupeta e falou com a voz mais dengosa (e charmosa) do planeta:

- Mómõõõõõe, neném vai ficá de pepetinha puquê neném tá ficando guipadinha...

* Não, não há o mínimo indício de gripe (Graças a Deus) e foi uma "luta" convencê-la a guardar a
chupeta.

* Update Especial: No vídeo, ela finge que chora, finge que tosse, fala: "Béthi, tô guipadinha", "Beth, não quélo tirá retlato".

video

* Ela voltou com a mania de me chamar de Béthi, mamãe é só quando ela está muuuuuito carinhosa ou quando esquece que meu nome é Beth. :/

terça-feira, 12 de maio de 2009

Votem no Pai da Beatriz

Como moramos numa cidade pequena, com muitas opções de lugares divertidos (o Supermercado, a Pracinha, a Loja que diz que é Shopping, a "Casas Bahia", as 5 farmácias e as 3 sapatarias...), TODAS as vendedoras já conhecem a Beatriz.

Outro dia o M. foi ao Mercado à noite e como estava serenando um pouquinho, ele não levou a Beatriz (ela sempre vai com ele). Ele disse que quando chegou no mercado as meninas ficaram perguntando:

- Ué, cadê a Beatriz?
- Por que a Neném não veio?
- A Bia já foi dormir?
- ...

No sábado fomos à loja que diz que é shopping comprar um presentinho para um amiguinho, e ela vai à essa loja quase todos os dias quando sai para passear com a avó. Quando chegamos lá, TODAS as vendedoras brincaram com ela. Aí perguntavam se nós éramos os pais dela, que ela sempre ía lá com a avó...

O M. chegou em casa falando que nas próximas eleições vai se candidatar, se cada "amiguinha" da Beatriz votar nele, em breve teremos Papai Político: Votem no Pai da Beatriz!!!

* Ela aprendeu a Pular (e passa o DIA INTEIRO pulando!!!)