sábado, 16 de agosto de 2008

Cumplicidade de Pai e Filha

Eu sempre soube que o M. seria um pai excelente, e não me enganei. Ele é "O Pai". Desde que eu estava grávida que ele tem uma ligação gicantesca com ela. Ele me ajuda, inventa mil e uma brincadeiras, do tipo "avião", "balanço", "cabum", fica imitando um sapo mesmo com o joelho todo "ferrado" e ontem realizou um dos grandes sonhos que tinha quando ela ainda estava na barriga: passeou com ela de bicicleta. Não sei quem estava mais "bobo", ele ou ela...

E ontem também, a Beatriz me mostrou que a cumplicidade entre ela e o pai aumenta a cada dia. Já faz um tempinho que ela não come toda a comida, sempre deixa 2 ou 3 colheres, já pensando na sobremesa. Ontem tinha uma pilha de louça para lavar e eu pedi para o M. dar o jantar para ela enquanto eu lavava. Está ela jantando com o pai, de repente pega a colher da mão dele para comer sozinha, eu dei outra colher para ele e ela ficou comendo com o pai e "sozinha", de repente eu olhei para o prato e estava VAZIO!!! A malandreca tinha comido tudinho!!! E ainda ficou procurando mais comida! Eu que tomo conta dela o dia inteiro, faço mil palhaçadas, tento fazer a comida mais gostosa do mundo, e ela sempre faz um charme e não come tudo. Agora, no dia que o pai que dá a comida, além dela querer mostrar que já é "mocinha" comendo sozinha, ainda raspa o prato!

Eu mereço... ;)

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Malandreca

A Beatriz está ficando uma malandrinha... Ela agora quando quer fazer algo que a gente "não deixa", tenta tirar nossa atenção do foco para continuar fazendo "besteiras".

O M. estava me contando que ontem, quando ela estava guardando o carro na garagem com ele, depois que ele estacionou, ela não queria sair do carro. E ele tentando tirá-la do banco: "Vamos, Filha. A gente já guardou o carro...". E tentava pegá-la no colo. Ela tirava a mão dele, fazia um som do tipo "nahn, nahn!", e apontava para a marcha e começava a dançar. E ele: "Vamos Beatriz, está calor aqui dentro...". E ela tirava a mão dele e: "nahn, nahn!", apontava para o volante e começava a dançar... Depois de mais algumas tentativas e mais algumas danças, o pai teve que pegá-la no colo sem mais "explicações". A sorte é que ela é boazinha e não fez pirraça.

* Ela tenta, "se colar, colou"

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

:************

Há uma coisa que eu faço infinitas vezes durante o dia, porque é impossível olhar para as bochechas gordas ou para as dobrinhas dela e resistir, então eu a encho de beijos, muitos, muitos, muitos. Perco a conta de quantos ataques de beijo dou durante o dia. E o resultado é que ela está virando uma beijoqueira de 1ª! Dá beijo nas bonecas, nos brinquedos, no celular, manda beijo para as pessoas na rua... E há umas noites atrás, descobrimos que há uma nova modalidade para os ataques, "O Sonâmbulo".

Madrugada, a Beatriz começa a se sacudir e eu acordo (ela ainda dorme na cama conosco), de repente ela *senta, cospe a chupeta longe e começa a mandar beijos, muitos mesmo! E eu tentava colocar a chupeta para ver se ela deitava de novo, mas nada, ela queria mandar beijos!!! Até que ela se "acalmou", aceitou a chupeta, deitou e voltou a ter os sonhos tranqüilos...

* Tudo isso dormindo...

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Aniversário do Meu Pai

Hoje, 11 de agosto, 1 dia depois do Dia dos Pais, meu pai está comemorando seu 58º aninho de vida!!! Muitos Parabéns Pai!!!

Um pouquinho antes da festa da Beatriz, fui à casa da minha tia, que fez o vestidinho de Moranguinho, para ela tirar as medidas da Beatriz. Quando tirei a blusinha da minha Moranguete para minha tia medi-la, fiquei brincando: "Olha a peitoquinha dela que fofa! Olha que barriguinha gostosa...". Aí a minha tia falou: "Ih, já vi que você é igualzinha ao seu pai!". E eu perguntei: "Igual ao meu pai? Como assim?". E ela disse: "Seu pai que era assim quando você e sua irmã eram pequenas, todo babão, com essas brincadeirinhas... Ele vivia inventando essas gracinhas com vocês, falando com voz engraçada...". E eu fiquei super feliz! É verdade, meu pai era assim e até hoje, sempre que ele liga para mim ou para minha irmã, assim que a gente atende o telefone ele diz: "É a mais bonita do papai?". :)

O meu pai, mesmo morando longe, as vezes me dá trabalho, e as vezes me enche de preocupação. Mas eu o amo muito, e sou uma pessoa feliz, porque sei que ele sempre fez de tudo para que minha irmã e eu fôssemos felizes. Ele tinha mesmo essas brincadeiras de falar com vozes engraçadas, nos levava para pescar, íamos muito à praia, via desenho com a gente (até hoje ele ama o Pica-Pau e sempre que vem aqui em casa faz "Bife do Pântano"). Ele é uma pessoa super querida, tanto que as 3 netas da atual esposa dele o chamam de vovô, e a netinha mais nova dela tem o nome de Luíza em homenagem a ele (Luiz).

E hoje é aniversário dele, do meu pai. Que Papai do Céu o abençõe muito, que o dê muita saúde, alegrias e juízo (porque ele, assim como minha irmã, as vezes precisa de uma dose extra).

Lulú, Te amo!!!

Eu (e Beatriz na barriga com 5 meses), Meu Pai e Minha Irmã

(Vitória/ES - abr/2007)

10 de Agosto - Dia dos Pais (atrasado)

Ai, ai, que filha desnaturada que eu sou... Ontem foi Dia dos Pais e eu nem para escrever um postzinho... O tempo está escasso, o dia de ontem foi super corrido, fomos a 2 festinhas de aniversário e não tive tempo. Mas confesso que estou chateada comigo mesmo, poderia ter escrito antecipadamente (shame on me).

Quero muito parabenizar a todos os papais pelo dia, que todos tenham tido dias felizes, perto ou longe dos seus filhos. O meu pai está longe (mora em ES), mas eu quero que ele saiba que eu o amo muito e sou muito feliz por ser filha dele. E ao M., meu amor, pai da minha filha (e do Gordo), também queremos dizer que o amamos muito.