quarta-feira, 27 de abril de 2011

Minha Experiência "Extracorpo"

Vou aproveitar meu repouso forçado para registrar minha pequena experiência, só para não cair no esquecimento (como se a dor quase insuportável que senti fosse fácil de esquecer ainda nesta vida, acho que ainda precisarei de 3 reencarnações para superar o trauma psicológico).


No domingo (10/04) à noite estávamos o M e eu conversando amenidades, deitados na cama qando ele teve a ideia genial de ir para o outro lado passando por cima de mim, normal, ele sempre faz essas brincadeiras, mas dessa vez a brincadeira virou uma "tragédia": enquando ele passava, a sua "pequena" região traseira arrastou no meu joelho direito e levou minha rótula para viver uma experiência fora do corpo...


PAVOR! Esta é a palavra que define o que senti e o que vi nos olhos dele depois que eu gritei e comecei a chorar com MUITA, MUITA, MUITA DOR! Com palavras não tem como definir exatamente o que é DOR! Eu chorava! Gritava! Ele queria me levar para o hospital, mas quando eu me mexia a sensação era de que eu desmaiaria de dor! Ficamos mais ou menos uma hora pensando (muito desesperados) no que iríamos fazer. Eu encontrei uma posição em que a dor amenizava, mas não podia me mexer, só que eu tinha que ir para o hospital, já era tarde e nós estávamos desesperados! Então ele ligou para o padrinho e a madrinha da Beatriz, que apareceram lá em casa em menos de 5 minutos (anjos), conseguiram montar uma tala de madeira e me colocar no carro. O M me segurando por baixo dos braços e a I. apoiando minha perna, no caminho minha perna escapuliu um pouco da mão dela e vi estrelas, muitas estrelas. Enfim, me colocaram no carro e fomos para o hospital. Ao chegar lá, mais sofrimento para me tirarem do carro, o hospital parou quando eu cheguei lá chorando e gritando como se o mundo fosse acabar, eu olhava para as pessoas e via pena nos olhos delas.


O M quase desmaiou quando me colocaram na maca e eu "perdi" o ângulo em que a dor ficava menor, porque eu gritava muito e as pessoas olhavam pra mim desesperadas, porque não tinham como me ajudar. No final, descobrimos que não havia ortopedista de plantão e eu teria que esperar até o dia seguinte ou procurar outro hospital. Eu preferi ficar lá tomando remédios pra dor, do que passar pelo sofrimento de me colocarem e tirarem de um carro de novo. O clínico pediu um raio-x e os enfermeiros ficaram tensos, porque teriam que me tirar da maca e depois colocar de novo. Quando um deles conseguiu me tirar sem que a rótula se mexesse, o outro disse: "Graças a Deus!". A radiografia é de dar medo, parece mesmo que minha rótula estava fora da perna! Passei a noite no hospital tomando remédios pra dor. Ás 11:00h da manhã do dia seguinte o ortopedista chegou e muito calmamente disse que colocaria minha rótula no lugar ali mesmo no quarto onde eu estava sem medicamentos, sedação ou anestesia. Chorei muito!!! Acho que ele levou uns 4 minutos para colocar minha rótula no lugar, o M. que estava do lado de fora do hospital entrou no quarto porque tinha me ouvido gritar lá da rua! A enfermeira o convidou a se retirar do quarto, porque ele estava "azul"! A dor que senti é simplesmente INDESCRITÍVEL!!! Ele puxava minha rótula, mas parecia que ela estava "presa" em alguma coisa e não se mexia..horrível!!! Quando ele enfim conseguiu colocá-la no lugar eu ouvi um"Tréc"! E chorei, chorei, chorei, de alívio (apesar de continuar com dor). Saí de lá com a perna imobilizada.


No sábado fui ao médico achando que tiraria a tala, faria fisioterapia e seria feliz. Ledo engano... Tirei a tala e meu joelho estava roxo e três vezes maior que o normal! O ortopedista disse que quando a rótula saiu do lugar, um ligamento foi rompido e que eu preciso ficar de repouso (imobilizada novamente) para ele cicatrizar. 3 SEMANAS!!! Ontei tirei a tala com gesso (meu joelho continua inchado :( ), porque estou emagrecendo na velocidade da luz e a tala com o gesso estava ficando frouxa e escorregando da perna (vergonha) e estou usando uma "tala" móvel, até porque eu precisava tomar um banho decente! Mas não posso tirar esse treco do joelho pra mais nada!


E aqui estou eu, numa situação um tanto quanto entediante, ainda mais porque nem sei quando vou poder voltar para academia e eu estava num ritmo muito bom, tava vendo resultados de verdade... mas como diz o ditado: "Deus escreve certo por linhas tortas", e comigo Papai do Céu tem sido SEMPRE extremamente generoso com suas "linhas tortas" ;)


Uma foto que só deverá ser "apreciada" por quem tem "estômago forte".


Se não der para ler: a seta perto da "bola branca" (minha rótula) mostra onde ela foi parar e a outra seta mostra o local onde ela deveria estar.

5 comentários:

Nathi disse...

Beth, que horror.
A imagem é de outro mundo!
Céus!!!
Que Deus te faça esquecer pra sempre desse episódio.
Melhoras!
Beijos***

Priscila Sant'Anna: disse...

Querida,
Que coisa horrível!
Sofri só de ler.
Espero que tu fiquei boazinha logo.
Faça repouso,nada de arte que logo tudo volta para o lugar.
E a Bia viu tudo?
Não ficou assustada?
Bjs
Pri

Pedro Rocha disse...

Caraca, eu já imaginava que uma rótula fora do lugar não era de fato uma situção muito agradável, mas vendo a radiografia dá pra ter uma "noção" do que você passou... Sexo frágil? Quem?

rita disse...

Beth, melhora rápido. Um grande beijo transatlantio

rita disse...

Xiiiiiii.... Beth, desejo uma rápida recuperação. Bjss